Quem Somos

Pinus Longæva

O que é Pinus Longæva?

Pinus Longæva é uma árvore da família dos pinheiros, originária do continente americano. É o ser vivo mais velho do mundo. Alguns de seus exemplares têm mais de 5 mil anos. Respiraram o mesmo ar das civilizações egípcia, grega, romana, hindu, estavam imersas na atmosfera dessas antigas e sábias culturas, sobreviveram aos séculos, assistiram o desenvolvimento da humanidade e guardaram a história. Sobreviveram a todas as crises e mudanças porque estão muito bem adaptadas ao ambiente, atendendo às exigências da natureza e vivendo em harmonia com tudo.

Pinus Longæva simboliza, pois, a estabilidade, a longevidade, a sabedoria e, ao mesmo tempo, a capacidade de se adaptar sempre. Em suas raízes está a seiva dos valores antigos, que superam as mutações históricas, mas suas folhas se renovam a cada estação, dando novos frutos, para alimentar os novos tempos. Representa a maturidade e a experiência da tradição com a flexibilidade de se conectar ao contemporâneo.

Quem Somos

O Instituto de Saúde e Educação Pinus Longæva é uma empresa médica especializada em educação e que nasceu, em 2006, a partir do ideal do médico, professor universitário e pesquisador (Franklin Santana Santos) em construir uma interface e diálogo entre a saúde e a educação.

A Pinus Longæva nesses 9 anos de existência já capacitou mais de 2000 alunos em todo o Brasil, e vem liderando a formação de estudantes e profissionais nas áreas de Tanatologia e Cuidados Paliativos. Diante da atual realidade, encontrada na formação dos profissionais da área da saúde e educação, decide organizar propostas teóricas com embasamento científico para a capacitação e formação de recursos humanos visando a um resgate conceitual do ser humano pelos profissionais que trabalham em escolas, universidades, consultórios, clínicas e hospitais.

Pretende oferecer também uma aplicação na prática diária desse novo olhar, mudando o cuidar e o educar. Como?

• Humanizando e integrando de maneira interdisciplinar as práticas das ciências humanas e biológicas.
• Exercendo atividades preventivas, diagnósticas, terapêuticas e de reabilitação dos projetos pedagógicos e assistenciais de instituições da área da saúde e educação.

Por que unir saúde e educação?

O processo de fragmentação do saber, que teve seu início na Idade Moderna, atingindo seu apogeu nos séculos XIX e XX, separou as áreas, reduziu a visão do ser humano, fazendo com que tanto a medicina quanto a educação não o vejam como um todo. Se muitas vezes se faz necessário fragmentar o conhecimento para mais aprofundarmos o conhecimento das partes, precisamos depois reconstituí-lo e reintegrá-lo, para o conhecimento do todo.

A filosofia positivista que impregna a área da saúde mecaniza o ser humano em um composto de átomos e moléculas. O mesmo positivismo impregna a área da educação, segmentando o conhecimento em disciplinas estanques, sem relação umas com as outras, num ensino mecânico e sem significado e vendo o educando como o receptáculo passivo de conceitos prontos. O ser, na sua subjetividade, psiquismo, valores morais, sociais e espirituais são ignorados, tanto na escola, quanto no hospital, tanto no ensino fundamental, quanto na universidade. As conexões entre os conhecimentos são deixados de lado. Na saúde, isso resulta em sofrimento tanto para o médico que perde a sua arte, como para o paciente que passa a ser visto como um órgão e não tem espaço para curar-se por inteiro. Na educação, isso resulta tanto em falta de estímulo e mecanização do trabalho do professor, quanto em desinteresse e falta de significado na aprendizagem por parte do aluno. Portanto, a educação tem a missão de resgatar a arte na medicina, ligá-la à sua origem humanística e mesmo espiritual, sem perda das suas conquistas científicas. Mas, para isso, a própria educação precisa também renovar-se de forma interdisciplinar e voltando a olhar o ser humano como um ser integral.

Na árvore do conhecimento, que a Pinus Longæva, antiga e venerável, representa, dois ramos se entrelaçam desde os tempos mais remotos – a saúde e a educação. Dizia Santo Agostinho que “a ciência que cuida do corpo é chamada medicina. A que cuida da alma, educação. Dado que o cuidado do corpo está intimamente ligado ao da alma, a medicina é um aspecto da educação. Dado, por outro lado, que o cuidado da alma exige certa perícia médica, à educação se chama, com razão, medicina da alma”.

A medicina como educação do corpo e da alma e a educação como processo terapêutico do corpo e da alma – eis a interface que é preciso reencontrar em nossa civilização que tudo fragmentou. Esse link está numa filosofia que encare o ser humano integralmente, como ser biológico, social e espiritual, que, para realizar-se em saúde física e psíquica, precisa desenvolver plenamente suas potencialidades. Nesse sentido invocamos, sobretudo, os clássicos da educação, como Platão, Comenius, Rousseau, Pestalozzi – todos eles com uma visão integral do ser humano – porque eles oferecem uma possibilidade de diálogo entre as áreas citadas, com a idéia de que o ser humano bem educado é o que se realiza como ser integral (físico, psíquico, espiritual, social, etc.) e, portanto é o homem saudável e feliz.

O projeto de Pansofia (sabedoria do todo) do educador checo Jan Amos Comenius (1592-1670), simbolizado igualmente por uma árvore, representa essa proposta de integração de todas as áreas, de compreensão de todos os aspectos do ser humano.

Nossa Missão

Promover a visão de um ser humano integral e desenvolver ensino e pesquisa de qualidade, validando e difundindo modelos eficientes de intervenção junto a profissionais e instituições de saúde e educação.

Nossa Visão

Ser uma empresa de excelência e referência, no ensino, pesquisa e assistência, bem como na assessoria e consultoria de projetos educacionais e assistenciais na área da saúde e educação.

Nossos Valores

Ética
Competência e Excelência
 
Humanismo
 
Responsabilidade Social
 
Pluralismo
 
Pioneirismo
 
Compromisso com responsabilidade
 
Valorização do potencial humano
 
Credibilidade
Interdisciplinaridade
Espiritualidade

Assessoria e Consultoria

• Assessoria e consultoria em Cuidados Paliativos para instituições públicas e privadas • Assessoria e consultoria a jornais, revistas, rádios, TVs, mídia eletrônica e impressa sobre os seguintes temas: Espiritualidade, Morte e Morrer, Cuidados Paliativos, Delirium, Geriatria, Bioética, Envelhecimento, Psicogeriatria, Saúde e Educação. • Capacitação através de palestras, workshops, seminários, cursos de breve ou longa duração abordando a Morte e o Morrer em Adultos e Crianças, Cuidados Paliativos, Envelhecimento, Bioética, Delirium e Psicogeriatria. • Workshop: Aplicações Clínicas da Espiritualidade nos Cuidados em Saúde para Faculdades e/ou Hospitais ou Instituições de Saúde e Educação. • Oferecer consultoria em projetos de pesquisa e/ou ensino que favoreçam a interdisciplinaridade, a inclusão da temática da espiritualidade e a ligação entre saúde e educação.